Havan é finalista de prêmio internacional com tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) 16/08/2021

A Havan, uma das maiores varejistas do Brasil, é finalista do RFID Journal Awards, premiação internacional que reconhece cases de sucesso na implantação da tecnologia de identificação por radiofrequência – RFID. Os vencedores serão conhecidos no RFID Journal LIVE!, que vai acontecer em Phoenix, no Arizona, nos Estados Unidos, de 26 a 28 de setembro.

A empresa concorre na categoria de “Melhor implementação de RFID de varejo” e somente duas organizações brasileiras foram selecionadas para a premiação. O RFID Journal Awards é realizado anualmente pelo RFID Journal, que é a principal fonte de notícias e informações detalhadas sobre RFID e outras tecnologias de Internet das Coisas (IoT). “Estamos muito felizes em ver o nosso esforço ser reconhecido globalmente. Acreditamos que vamos trazer esse prêmio para Havan”, comenta o Gerente de Desenvolvimento de Sistemas do Havan Labs, Alexsandro Elói Venâncio.

O RFID trata-se de uma tecnologia que possibilita fazer a identificação por radiofrequência de todos os produtos com etiquetas digitais através de um microchip de alta tecnologia. A implementação do RFID colocou a Havan como referência na América Latina. O projeto foi desenvolvido internamente no Havan Labs e foi implantado em dois anos, um tempo recorde, em todas as 163 megalojas, Centro de Distribuição e 500 fornecedores. “Normalmente, um projeto desse porte, leva em torno de 10 anos para ser implantado 100%”, detalha Venâncio.

Entre os benefícios do RFID, estão a velocidade e a exatidão nas leituras. A tecnologia oferece praticamente 100% de precisão nas contagens de produtos e oportuniza que inventários que levavam dias para ser feitos, sejam realizados em poucas horas. “Levávamos cerca de 750 horas para fazer um inventário em uma loja. No setor de moda, por exemplo, precisávamos de 15 pessoas durante cinco noites para contar todos os itens. Hoje, o trabalho é feito por uma única pessoa, em poucas horas, com rapidez e total segurança dos dados”, frisa.

Os ganhos do RFID também se aplicam para o controle do estoque e distribuição de produtos na área de venda. Sendo possível garantir a distribuição para as lojas de modo eficiente, diminuindo o estoque e gerando resultado em econômica para a empresa. “Com o RFID sabemos exatamente se determinado produto está na área de venda ou no estoque. Esse controle é fundamental para uma boa gestão logística”, finaliza.

Crédito da foto da loja de Brusque; Fernando Morini – MDDrone