Entidades da Região Sul recebem mais de R$ 3 milhões do Troco Solidário Havan

Durante este mês de fevereiro, a Havan está realizando a entrega oficial do Troco Solidário do segundo semestre de 2021. Nos estados da Região Sul – Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, a campanha arrecadou R$ 3,3 milhões em doações dos clientes e os valores vão beneficiar 85 entidades dos três estados. Em todo país, a ação somou R$ 11 milhões nos dois semestres de 2021, que estão sendo repassados para 268 instituições espalhadas pelo Brasil.

A Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM), de Blumenau, é uma das contempladas com o projeto. Eles receberam R$ 105 mil e os valores resultam das doações dos clientes das quatro lojas da cidade. A AAPPM é uma entidade que existe há 17 anos e atende gratuitamente pacientes e familiares de crianças portadores de mielomeningocele de todo o Vale do Itajaí. A patologia é caracterizada por uma malformação congênita na coluna vertebral dos bebês, causando diversas sequelas, como em mais de 80% casos as crianças desenvolvem hidrocefalia, contam com dificuldade ou ausência de movimento nas pernas, incontinência urinária e fecal, entre outros sinais.

Amparo às famílias e pacientes

Conforme a presidente, Edna de Moraes Batista, o valor destinado do Troco Solidário Havan vem em um ótimo momento. A AAPPM atende, atualmente, 107 crianças e suas famílias, com acompanhamento psicológico, fisioterapia, aulas de inglês, serviço social, etc. As únicas fontes de renda da associação é o Bazar com roupas usadas e os pedágios, que há dois últimos anos não foram realizados por conta da pandemia. “Todos os dias é uma grande luta para manter a associação. Esse valor vai nos garantir cerca de quatro meses de folha de pagamento dos profissionais. Queria agradecer imensamente a Havan e os clientes que fazem as doações”, enfatiza.

Corrente do bem

A destinação do Troco para a AAPPM foi uma sugestão da colaboradora da Havan, Aline Kistner Cabral da Silva, que atua em umas das megalojas de Blumenau e é mãe da pequena Catarina, de 1 ano e 7 meses, portadora de Mielomeningocele. “A entidade nos proporciona amparo em um momento que você está totalmente sem direcionamento. A mielo não é tão conhecida e quando há o diagnóstico você fica sem saber o que fazer. Felizmente, com o apoio AAPPM, a Catarina poderá ter uma vida muito melhor. Por isso, procurei a minha gerente e falei da importância da gente ajudar. Quando os nossos colegas estão pedindo a doação para os clientes, eles nem imaginam que estão fazendo o bem para pessoas tão próximas. Essa corrente do bem é muito importante para todos”, relata.

Gratidão aos clientes

A gerente de Produtos e Serviços da Havan, Ana Claudia Noronha, ressalta ainda o quanto o projeto enche de orgulho a Havan, sendo uma demonstração clara do quanto os clientes são solidários. “Agradecemos a todos os clientes que acreditam na ação e fazem a sua contribuição, cada valor é fundamental. O Troco Solidário é um trabalho de quatro mãos, em que os colaboradores conscientizam os clientes sobre a importância da doação e os clientes, por sua vez, reconhecem o quanto o trabalho social destas entidades é importante”, frisa.

A campanha

Realizada desde 2010, a campanha já beneficiou quase duas mil instituições espalhadas pelo país e arrecadou mais de R$ 50 milhões. As entidades beneficiadas são escolhidas pelas próprias 168 megalojas, que conhecem as benfeitorias que as entidades proporcionam à comunidade. A entidade passa por avaliação e é necessário que tenha CNPJ próprio, conta bancária em seu nome, estatuto social e idoneidade.

 

VEJA AS ENTIDADES DA REGIÃO SUL BENEFICIADAS NO 2º SEMESTRE DE 2021